Essa semana estive no coquetel em comemoração aos 35 anos da alta joalheria SARA em Porto Alegre, realizado pela querida diretora da filial, Suzana Tonin. O evento reuniu clientes, amigos, imprensa e formadores de opinião que puderam conferir de perto e se apaixonar pela nova coleção da joalheria, denominada “Jardins” , enquanto se deliciavam com o coquetel assinado por Adriana Tomatis, da Tomatis Eventos.

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

Para apresentar as novas joias, a SARA Porto Alegre realizou um flash de moda, produzido por Madeleine Muller, onde modelos vestiram vestidos lindíssimos, em renda, criados exclusivamente para a ocasião pelo estilista Sérgio Pacheco, que foram ornados com as magníficas peças da coleção apresentada. A beleza das modelos ficou por conta de Edu Sauer.

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

As peças da nova coleção “Jardins” foram especialmente desenhadas por Laja Zylberman e inspiradas na primavera. Muitas flores, folhas, borboletas e até insetos foram referência para as criações de Laja, que levaram cerca de 6 meses pra serem produzidas. “Eu queria diluir esse momento tão estressante brasileiro e o resultado foi uma coleção bem diferenciada. A criação e produção dessa coleção começou há meio ano, que é o tempo que se demora para manufaturar. A criação é instantânea, mas pra realizar  e deixar do jeito que você desenhou e pensou leva um tempo. Você faz e refaz até ficar perfeito”, me explicou a designer.

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

Segundo Laja, as pedras do momento são turquesa, tanzanita e turmalina paraíba, que estão presentes em grande parte da sua nova coleção. Além dessas, rubis, apatitas, safiras, brilhantes, esmeraldas e opalas de fogo foram usadas nos brincos, anéis, pulseiras e nas peças statement como as earcuffs, anéis duplos e colares- outra aposta ousada da designer. “No momento eu estou apaixonada pelo verde e pelo azul, então você poder ver que na minha coleção predominam esses tons, que são zen”, explicou.

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

“Jardins” tem cerca de 80/90 peças, a grande maioria exclusiva e feita de forma totalmente artesanal. Além disso, quase todas as pedras usadas são brasileiras, com exceção da tanzanita- que é africana. As pedras brasileiras vêm de Minas Gerais, da Bahia, do Pará e aqui do Rio Grande do Sul, onde, segundo a Laja, os topázios são maravilhosos e tem um tom alaranjado lindo, com um brilho muito especial.

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

Atualmente a designer conta com uma equipe de 10 pessoas trabalhando na sua oficina de joias, no Rio. Pessoas essas que antes de se tornarem grandes ourives tinham profissões comuns, como porteiro, e que foram escolhidos, treinados e incentivados por Laja. Fiquei curiosa sobre essa ideia de pegar pessoas comuns e transformar a vida delas e a Laja me explicou como identifica esses talentos: “A pessoa que tem esse sentido, esse dom e essa mente própria pra executar o trabalho aparece no primeiro momento. O ourive tem que ser antes de tudo um escultor, e tem que ser um superescultor, porque vai trabalhar em ouro e vai fazer uma peça de joia. A identificação do talento dessas pessoas comuns é feita à medida que eu vou a testando. Se a pessoa não leva jeito, eu não insisto.”

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

Eu fiquei completamente deslumbrada com o trabalho da Laja e com as jóias criadas por ela, que são perfeitas- verdadeiras obras de arte.

Muitas peças são únicas, pois são obra de um momento único e, mesmo que o modelo seja o mesmo, o corte da pedra jamais será igual, e o acabamento dependerá das mãos de cada artesão. Isso acontece até mesmo nas peças mais comerciais e reproduzidas em maior quantidade.

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

O design das joias  da nova coleção da joalheria SARA, nome escolhido por Laja em homenagem à sua mãe- que foi quem a fez largar a medicina e mergulhar nesse mundo- é superautêntico e diferenciado, cheio de referências hippie chic, mas com uma sofisticação e elegância incomparáveis.

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

E tem mais, a Laja me adiantou que a próxima coleção, que será lançada perto do Natal, será muito especial, romântica e moderna, inspirada na obra de Shakespeare. “Nunca houve uma época tão tão shakespeariana nesse país como agora. A luta pelo poder real é inenarrável, inacreditável. Eu estou criando algumas joias relacionadas ao modus vivendi da Era Elisabetana, em que o autor viveu, mostrando como elas são tão atuais e modernas atualmente.”

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

Já estou ansiosa pra conferir mais criações dessa talentosa designer!!