Bom dia!!! Tudo bem?

Começando a semana animada e cheia de novidades bacanas pra dividir com vocês! Uma delas, é a exposição “Caderno de Roupas, Memórias e Croquis”, do estilista mineiro Ronaldo Fraga (que apresentou um dos desfiles mais lindos e admiráveis da última SPFW) , que estreia amanhã(para convidados) e na quarta(09/11) para o público, no Instituto de Artes Visuais do espaço Augusto Meyer, no terceiro andar da Casa de Cultura Mario Quintana , aqui em Porto Alegre.

ronaldo-fraga_por-fernanda-nasser_out12_f01-1-1

Nessa exposição, o estilista apresenta uma visão de sua moda como registro gráfico — assinatura de quem cria e também dialoga com a cultura de um país. A mostra reúne material das 42 coleções de Ronaldo Fraga , é patrocinada pelo Itaú e pelas Lojas Pompéia e fica em cartaz até o dia 11 de dezembro.

Entre croquis, material gráfico, vídeos e roupas, serão ao todo nove ambientes em instalações que, mais que convidar a um mergulho no universo e no processo criativo deste multiartista, provoca várias análises da moda como um vetor de reafirmação e apropriação cultural. “Moda é interpretação de texto e contexto social, histórico, econômico e cultural. Moda é técnica, textura, cores, tecidos e negócio. Mas, para mim, moda é antes de tudo a transformação do olhar por meio da escrita pessoal do indivíduo nas suas escolhas do vestir”, comenta Fraga.

att00330

A intenção é desvendar pequenos vestígios de uma escrita particular, desenhadas pelo estilista mineiro e vestidos nos outros. “Por riscos, rabiscos e esboços desenhei histórias absurdas do homem comum. Transformei música, literatura, cultura brasileira e alguns ‘buracos’ do meu tempo em roupas-desenho e desenhos-memória. As mãos do velho-menino-que-conheço desde sempre ainda coçam diante de uma caixa de lápis de cor. A vontade de ilustrar uma nova história para vestir é o que não me deixa descer do balanço, porque este é o meu parque de diversões”, completa.

A mostra, reunindo então 40 coleções, foi apresentada em Belo Horizonte, na Casa Fiat de Cultura, em outubro de 2012, e atraiu mais de 45 mil visitantes.

E eu tenho certeza que por aqui também será um sucesso! Nos encontramos lá! 😉

SERVIÇO:

O que: “Caderno de Roupas, Memórias e Croquis”

Horário de funcionamento: terças a sextas, das 10h às 19h, e sábados e domingos, das 12h às 19h

Local: Galeria Augusto Meyer e Espaço Maurício Rosenblatt, Instituto Estadual de Artes Visuais, 3º andar da Casa de Cultura Mario Quintana

Patrocínio: Itaú e Lojas Pompéia

As coleções

Verão 96/97 – Álbum de Família

Inverno 97 – O Bispo (sobre o artista plástico pernambucano Bispo do Rosário)

Verão 97/98 –  Império do Falso

Inverno 98 – O Jantar

Verão 98/99 – Vendedor de Milagres

Inverno 99 – A Roupa

Verão 99/2000 – Bibelôs

Inverno 2000/2001 – A Carta

Verão 2001 – Rute Salomão

Verão 2001/2002 – Zuzu Angel

Inverno 2002 – Corpo Cru

Verão 2002/2003 – Cordeiro de Deus

Inverno 2003 – As viagens de Guliver

Verão 2003/2004 – Costela de Adão (sobre o Vale do Jequitinhonha)

Inverno 2004 – Quantas noites não durmo (sobre Lupicínio Rodrigues)

Verão 2004/2005 – São Zé (sobre Tom Zé)

Inverno 2005 – Todo Mundo e Ninguém (sobre Carlos Drummond de Andrade)

Verão 2005/2006 – Desconstruindo Nilza (Nilza é a costureira mais antiga na fábrica do Ronaldo Fraga)

Inverno 2006 – Festa no Céu

Verão 2006/2007 – A Cobra Ri (sobre Guimarães Rosa)

Inverno 2007 – A China

Verão 2007/2008 – Nara Leão

Inverno 2008 – Loja de Tecidos

Verão 2008/2009 – Rio São (sobre o Rio São Francisco e a polêmica transposição do rio)

Inverno 2009 – Tudo é Risco de Giz (sobre Álvaro Apocalypse, do Grupo de Teatro Giramundo)

Verão 2009/2010 – A Disneylândia

Inverno 2010 – Pina Bausch (grande bailarina russa)

Verão 2010/2011 – Turista Aprendiz

Inverno 2011 – Athos Bulcão (artista plástico e azulejista modernista, trabalhou muito com Oscar Niemeyer. Coleção inspirada nos azulejos de Athos Bulcão e arquitetura de Brasília)

Verão 2011/2012 – O Cronista do Brasil (sobre Noel Rosa)

Verão 2013 – Turista Aprendiz na Terra do Grão-Pará

Inverno 2013 – O Fim do Cem Fim

Verão 2014 – Futebol

Inverno 2014 – Carne Seca ou um Turista Aprendiz na Terra Áspera

Verão 2015 – O Caderno Secreto de Cândido Portinari

Inverno 2015 – Cidade Sonâmbula

Verão 2016- Fúr­ia da Sereia (trabalho de uma cooperativa da Paraíba, Sereias da Penha)

Inverno 2016- E por falar em Amor

Verão 2017 – Re-existência (sobre os imigrantes)

inverno 2017 – El dia que me quieras… (sobre os transgêneros)